sábado, 1 de setembro de 2012

Trilhos transportaram 2,3 bilhões de pessoas em 2011

31/08/2012 - Revista Ferroviária

O transporte nacional de passageiros sobre trilhos apresentou um aumento de 20%, de 2010 para 2011, sendo responsável pelo transporte de 2,3 bilhões de pessoas. Os números fazem parte do 1º balanço do setor metroferroviário brasileiro, realizado pela Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos) e foram divulgados na quinta-feira (30/08). Segundo a associação, a previsão para 2012 é de que esse número chegue a 2,5 bilhões de passageiros, representando um acréscimo de mais 10%.

Em contra partida, a malha metroferroviária não acompanhou o aumento da demanda e cresceu apenas 3%, no mesmo período. “Isso demonstra claramente que o setor transporta uma quantidade de usuários no limite de sua capacidade o que, por consequência, explica os altos níveis de lotação dos principais sistemas”, afirmou o presidente da ANPTrilhos, Joubert Flores.
A tendência, para os próximos anos, é que a malha metroferroviária brasileira sofra uma remodelação, com o acréscimo de novos sistemas de passageiros, que estão sendo estudados pelos Estados. Mais de R$ 100 bilhões serão investidos nos próximos anos, considerando os recursos provenientes do Governo Federal, Governos Estaduais e iniciativa privada. Ao todo estão sendo estudados e desenvolvidos mais de 60 projetos na área de transporte metroferroviário. Cinco deles estão sendo tocados com recursos garantidos através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) do Governo Federal: expansão do Trem Urbano de São Leopoldo a Novo Hamburgo (RS); implantação do aeromóvel de Porto Alegre (RS); implantação da Linha Sul do Metrô de Fortaleza (CE); aquisição de trens para o Metrô de Recife (PE); e ampliação do Metrô de Recife.

Através do PAC da Mobilidade Grandes e Médias Cidades serão investidos recursos para viabilizar a infraestrutura de transporte público de cidades acima de 250 mil habitantes. Para as grandes cidades, na área metroferroviária, 22 projetos já foram selecionados, dentre os quais: implantação do sistema de metro nas cidades de Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS); ampliação e implantação de novas linhas em Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Recife (PE) e Fortaleza (CE); e a implantação de VLT em Natal (RN), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Goiânia (GO), Brasília (DF) e São Paulo (SP).

O Brasil possui 15 sistemas urbanos de transporte de passageiros sobre trilhos, implantados em 11 Estados. Esses sistemas cobrem menos do que 45% dos estados brasileiros. Atualmente o sistema de transporte de passageiros sobre trilhos possui 1.030 km de extensão, divididos em 39 linhas, 493 estações e 716 composições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário