sexta-feira, 18 de outubro de 2013

União conclui R$ 37,6 bi em obras de transporte

17/10/2013 - Ministério dos Transportes

As obras de transporte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal, seguem facilitando o tráfego nas rodovias de todo o país. De acordo com o 8º balanço do programa, divulgado nesta quinta-feira (17/10), 2.643 quilômetros de rodovias foram concluídos no Brasil até o último dia 31 de agosto, seguindo a previsão desta segunda fase. O programa concluiu ações no valor de R$ 37,6 bilhões em transporte.

Entre as obras finalizadas neste ano estão a construção do Contorno de Vitória na BR-101/ES; a duplicação da BR-050/MG entre as cidades mineiras de Uberlândia e Araguari; a pavimentação da BR-487/PR entre Cruzeiro do Oeste e Tuneiras do Oeste, no Paraná; a duplicação da BR-101/PE entre a divisa de Pernambuco com a Paraíba e Igarassu; e a construção da BR-158/MT entre Alô Brasil e Ribeirão Cascalheira (MT).

Outros 7.150 quilômetros de rodovias estão com as obras em andamento, entre duplicação, adequação, construção e pavimentação de vias. A duplicação da BR-101/SC entre Palhoça e a divisa com o Rio Grande do Sul, por exemplo, já está com 98% das obras executadas e sua conclusão está prevista para dezembro deste ano. No total, são 2.643 quilômetros de duplicação e adequação e 4.507 quilômetros de construção e pavimentação sendo executados em todo o país. Os Contratos de Restauração e Manutenção Rodoviária (Crema) representam 66% dos contratos de manutenção que estão em execução em 51.790 quilômetros de rodovias.

Ferrovias – Somente no PAC 2, foram construídos 639 quilômetros de ferrovias na segunda fase. No segundo quadrimestre de 2013, foi concluída a construção dos 84 quilômetros restantes da Ferronorte entre Rondonópolis e Alto Araguaia, no Mato Grosso, incluindo o Pátio Intermodal de Rondonópolis, considerado o maior centro de infraestrutura logística da América Latina. A obra irá facilitar o escoamento da produção de grãos do Mato Grosso até o Porto de Santos.

Hidrovias – Em hidrovias, o destaque do segundo semestre de 2013 é o avanço na execução das obras de ampliação do vão da ponte da SP-425, que já está com 83% realizados, e a proteção de pilares da ponte da SP-333 na Hidrovia do Tietê, em São Paulo, cuja realização já chega a 35%. No total, oito terminais hidroviários foram concluídos no PAC 2 e outros 13 estão em execução, como o Terminal de Iranduba no Rio Solimões (AM).

Execução global do PAC 2 – De acordo com o 8º balanço do PAC 2, o programa segue com o ritmo adequado ao seu tempo de implantação, tendo executado 67,2% das obras previstas para o quadriênio 2011-2014. Até 31 de agosto de 2013, a execução global atingiu R$ 665 bilhões de investimentos em infraestrutura logística, social e urbana. O valor das obras concluídas, na ordem de R$ 488,1 bilhões, corresponde a 69% das ações previstas e é 25,6% superior ao resultado apresentado no 7º balanço, em junho de 2013, quando o volume de ações concluídas era de R$ 388,7 bilhões.

A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, comemorou os resultados obtidos. "Até agosto de 2013, a execução do PAC 2 já está superior a toda a execução do PAC 1, realizado em 2007 e 2010. Também já concluímos 67,2% do que estava previsto em todo o programa até o final de 2014", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário